Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

TUDO AVULSO

Acontece-me... Por inspiração... transpiração... ou porque me apetece...

TUDO AVULSO

Acontece-me... Por inspiração... transpiração... ou porque me apetece...

19
Ago21

Beleza em Fotografia

Quando o dia acaba e a noite começa

MariaLi

A construção desregrada junto à costa foi surgindo como cogumelos, espontaneamente.

Ver o mar, dali, mais de trás, por entre os espaços das construções um pouco mais baixas, é um privilégio que teve e tem seus custos.

 Quando o dia acaba e a noite começa, "é o lugar encantado onde quase não há dia e quase não há noite..."

Palavras desnecessárias.

FB_IMG_1629310760004.jpg

 

E o contraste de um momento parecido, mas a partir da montanha.

FB_IMG_1626358805727.jpg

Feliz Dia! Bons flashes📸, sejam aonde for, para amantes ou não da fotografia.

 

17
Ago21

Leituras

O mais profundo do Ser

MariaLi

FB_IMG_1629211048598.jpg

Apenas um parágrafo do livro que estou a ler, ler e reler.

"Reler'' para saber se entendi...

Tenho feito muito esforço por me concentrar, não desanimar, e "ver-me" no final do livro.

Pensava que seria uma leitura mais descontraída, para desanuviar-me das outras leituras e tudo o mais... Ingénua, mesmo, tava-se mesmo a ver.

A vida não é fácil .

FB_IMG_1629211040988.jpg

 

20
Jun21

Diálogos de alma

MariaLi

Há quem colecione plantas ao ar livre. Deste modo os espaços preenchem-se, embelezam-se, tornando-se um livro de arquivo a céu aberto.

Sempre que o visito, folheio com devota atenção. Cada planta é analisada para que se retire poeiras, flores e folhas secas, pequenas formigas, aranhas... E vou verificando o seu estado de saúde...

Quantas vezes já captei debilidades?! Felizmente, sempre houve tempo de as socorrer.

Também converso com elas, - diálogos de alma -, agradeço sua vitalidade e lembro-lhes quem são, de onde vieram, e chamo-lhes pelos seus nomes. Interajo, assim, com todos, presentes e ausentes, não numa conversa superficial, mas sim de uma forma mais elevada, diria transcendente.

Já imaginei elaborar uma placa de madeira para cada planta e nela gravar, a fogo, o nome de cada pessoa que ofereceu.

Este livro, a céu aberto, seria lido com mais vontade e sabedoria pelas gerações vindouras.

Vou pensar a sério.

 

FB_IMG_1624206582733.jpg

*flor de arroz, oferecida, prof.Oliveira

 

22
Abr21

Um pedacinho de Terra

MariaLi

FB_IMG_1619098943230.jpg

Em direção a casa, por vezes, faço questão de percorrer os espaços mais verdes, com história e com mais ou menos turistas. A pé, claro.

Por agora, há mais silêncio e eu gosto.

Tenho reparado que estas flores abundam pelos relvados. São margaridas sivestres. Bem, eu e o nome das flores... Comparo-me às mães que têm muitos filhos e quando querem dizer o nome de um, em particular, dizem três ou quatro nomes antes de acertar.

 

17
Abr21

Movimentos Bruxos- Exposição

E efeitos secundários...

MariaLi

"...O observador parece estar dentro de um filme com muitos anos de duração; a película aborda a eternidade e nela tudo parece ser adulteração, um reality show monumental feito para incomodar e provocar..."            Ivo Martins

Centro Cultural Vila Flor, 16 Abril a 31 Julho

Movimentos Bruxos - artistas: Carlos Lima, Dora Vieira e João Alves

 

*algumas fotos

FB_IMG_1618612543900.jpgFB_IMG_1618612554732.jpgFB_IMG_1618612582415.jpgFB_IMG_1618612568309.jpgFB_IMG_1618612613854.jpgFB_IMG_1618612604696.jpgFB_IMG_1618612593600.jpgFB_IMG_1618612631316.jpgFB_IMG_1618691857915.jpgFB_IMG_1618691865183.jpgFB_IMG_1618691871215.jpgFB_IMG_1618612622005.jpgFB_IMG_1618612532983.jpg

A última foto não faz parte dos trabalhos da exposição Movimentos Bruxos,  é um janelão do edifício, no primeiro andar, que ornamenta o cenário, extraordinariamente, montado pela Oficina (companhia de Teatro cá da cidade).

E agora os efeitos secundários ou principais. 

Depois do confinamento tão "apertado", a abertura desta exposição, Movimentos Bruxos, veio libertar-me e expandir-me, talvez um pouco exageradamente, o que é certo. No final, dirigi-me aos artistas, aos vigilantes, e ainda perguntei pelos organizadores... Fiquei possuída, só pode , conhecendo-me.

Se nos recentes, quase, três anos, não frequentasse a Nova Acrópole (Escola de Filosofia, Cultura e Voluntariado), não teria a capacidade, sensibilidade, consciência mistérica ... para captar metade da exposição. Simplesmente, pela razão da postura que mantinha e de que muito me orgulhava: "ver para crer ". Ou quiçá, serão os tais efeitos pós pandemia, que me elevaram um pouco?...

Quem puder, visite. 

 

09
Abr21

Viagem Iniciática de Hipátia

Na Demanda da Alma dos Números

MariaLi

A jovem Hipátia de Alexandria percorre os santuários iniciáticos do Nilo procurando-se a si mesma, bebendo dos mananciais do saber vivo.

Continua a sua aprendizagem com o filósofo Plutarco, em Atenas, e finalmente volta à sua cidade natal para abrir uma Escola de Filosofia.

O Templo de Serápis é destruído, e com ele, são assassinados os últimos sacerdotes de Alexandria. O exemplo de vida e os ensinamentos de Hipátia são como a alegre luz de uma chama que, nas trevas da razão, convoca os últimos idealistas e apaixonados pela verdade, mais além dos fanatismos que fazem sucumbir a cidade e o mundo. Mas ela e a sua Escola serão um obstáculo para a ambição insaciável do patriarca cristão Cirilo... 

Uma recriação sem igual das lojas e dos ensinamentos dos Mistérios do Mundo Clássico. A faceta esquecida de Hipátia, iniciada na Alta Sabedoria do Antigo Egipto.

Há angustias que habitam em nós, seja qual for a idade...

O livro que estou a ler.

 

171715727_3814726685279621_5997411041917216465_n.j

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub