Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

TUDO AVULSO

Acontece-me... Por inspiração... transpiração... ou porque me apetece...

TUDO AVULSO

Acontece-me... Por inspiração... transpiração... ou porque me apetece...

10
Mar10

Trabalho de Campo

Mariali

 No último dia de Workshop, algumas das fotografias tiradas em "macro on".

Como a Primavera se aproxima, o sol brilhou e saímos em trabalho de campo. Tentámos captar a melhor imagem para poder brilhar, ou melhor dizendo: Fazer um brilharete!...

Mas, como alguém disse que eu iria ter uma surpresa... Já não foi surpresa!!!... Isto  de fotografar usando apenas uma mão... Ou é falta de jeito, falta de conhecimentos, ou então é querer "armar"... Apreciem as flores, bem singelas, que há para os lados do Castelo e a força da corrente.

 

 

 

08
Mar10

Ser Mulher...

Mariali

 

Hoje é bem diferente ser mulher, na nossa civilização. Somos pessoas adultas e nem sempre "femininas", temos direitos e deveres "quase" como os homens, (mais os que são só os nossos), por conseguinte, há que enfrentar as nossas lutas, fortalecer a nossa auto-estima, ser felizes, "transpirar" boa energia ao nosso redor, nunca esmorecer...

 Ufa! Até fiquei cansada!...

Citação de Helen Keller:

"Nunca baixes a cabeça. Mantém-na sempre erguida. Encara o Mundo directamente nos olhos."

03
Mar10

Romance de ideias

Mariali

Quando Nietzsche Chorou, é o título do último livro que acabei de ler há poucos dias.

O autor usou as personagens Nietzsche, Josef Breuer, Freud, Lou Salomé, entre outros, adaptou factos das suas vidas e cruzou-os num enredo onde mistura a realidade e a ficção.

 É um romance superior sobre o amor e o poder da amizade. Claro que, no meio de todo o enredo, não poderiam faltar as sessões de terapia através do diálogo...

Os últimos capítulos obrigam-nos ao silêncio e concentração, para não perdermos uma pitada do desenlace final.  É um romance de ideias.

Para quem gostar deste tipo de leitura, de vez em quando, aconselho-o.

 

 

03
Mar10

Preto e cinzento

Mariali

 

Hoje vesti preto e cinzento

e senti-me confortável.

Que mal!... Alguém disse.

Sorri, porque estava óptima!

São cores que nos amparam

nos compreendem, não precisamos fingir.

Transmitem sem palavras

aos mais atentos e iguais

a nossa alma, espírito ou mente

privados daquela essência

que tanto vigoriza a vida.

Aos outros, é indiferente...

Caminho, sento, falo, calo

a tudo e a todos invisível,

 uma pessoa atenta escutou...

Sorri, porque estava óptima!

 Mas as cores traíram-me, falaram mais alto.

Segui  como autómato, silenciosa,

por corredores estreitos, recantos angulosos,

sobrevoei nuvens, árvores, edifícios,

alheia aos sons e ruídos, olhares e indiferenças ...

 Tudo ficou para trás, como o zoom de imagens

tão rápidas, apenas escuto o eco: Que mal!...

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D