Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

TUDO AVULSO

Acontece-me... Por inspiração... transpiração... ou porque me apetece...

TUDO AVULSO

Acontece-me... Por inspiração... transpiração... ou porque me apetece...

23
Abr15

Eu e os livros- naquele e neste tempo

Mariali

Quase no final do dia do Livro e eu nem pude fazer a minha reflexão.

Com certeza vou repetir-me e repetir o que outros leitores a toda a hora já fizeram. Não vou escrever a minha história com os livros, pois, já iniciou há tanto tempo que necessitaria de uma cábula bem organizada para me orientar até aos dias de hoje. Penso que, naquele tempo, só havia grandes livros, grandes autores, grandes romances. Tolstoi, Stendhal, Henri Charrière, Camus... De repente, são estes autores que me vêm à memória. Eu era uma adolescente, miúda até muito tarde, mas, apenas, no modo de vestir, não de pensar, penso... 

No dia em que a carrinha biblioteca da Gulbenkian passava na estrada, bem distante de minha casa, nós corríamos, de corações a bater tão alto- impossível não serem escutados-, carregados de livros para devolver e cheios de curiosidade para outros livros, outras histórias, outros sonhos para sonhar...

E eram assim as nossas férias grandes, entre irmãos, livros, brincadeiras, descobertas.

Houve um tempo que estagnei. Mudança de estado civil. Os filhos. A profissão. Mas sempre os livros me acompanharam, embora fossem outros. Histórias de encantar, os de contos, os de valores, os de leitura obrigatória...

Agora, é diferente. Nem sempre me apetece ler. Porque os óculos pesam-me no nariz, os olhos cansam-se, e, também, porque gosto de ficar com a história em mente, que me agite a consciência, que me faça melhor, que me abra horizontes, que não façam sonhar...

E é bem difícil eu descobrir tudo isto num só livro. 

10655372_741680802570005_8355923756701296043_o.jpg

 

16
Abr15

Couves com Poesia

Mariali

Uma amiga enviou-me este poema, depois de ter visto as minhas fotos das couves no Facebook...  

É lindo!

 

Vegetal 

 

Nasceu de uma semente delicada

foi criada

com mimo. Defendida

do vento e da geada. 

Para ter melhor vida

foi mudada

e cresceu.

Ofereceu à madrugada 

folhas frescas

e vivas como asas. 

Sim

é uma planta 

e também dá flor. 

E as borboletas 

também lhe dão amor

embora sem perfume

e desmaiada a cor

da flor. 

Mas

que tristeza.

Ninguém lhe quer a flor

ninguém lhe acha beleza. 

Cortam-lhe as filhas.

Essas

Vão à mesa 

mas não para enfeitar:

para comida. 

Mas

se acaso se queixa

quem na ouve?

Ela não tem prestígio:

Não é rosa nem árvore. 

É couve.

                                                       Alice Gomes, " Bichinho Porta". 

* as couves e eu pelo campo...

DSCN1550.JPG

DSCN1552.JPG

DSCN1556.JPG

DSCN1451-2-3.jpg

 

 

07
Abr15

A lua pelo meu olhar

Mariali

Quase sempre que a vejo, gosto de a olhar. Nas viagens noturnas, sigo-a. E quantas vezes me apetece parar, não fossem os sinais de proibição que indicam aumento de velocidade... Ou então, porque não há tempo, temos de andar apressados, ou porque andamos distraídos... 

Já contagiei algumas pessoas com esta minha mania. Mas nunca me canso de a evocar, fotografar e já agora, pintar.

 

Duas pinturas. E duas fotos, um pouco manipuladas, para que a lua, ainda, brilhe mais. 

DSCN1708.JPG

DSCN0101.JPG

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D