Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

TUDO AVULSO

Acontece-me... Por inspiração... transpiração... ou porque me apetece...

TUDO AVULSO

Acontece-me... Por inspiração... transpiração... ou porque me apetece...

28
Jan21

Diário Filosófico

MariaLi

"Mesmo que a sensatez desaparecesse de repente do universo ninguém se julgaria tolo."

Do livro, Jóias do Oriente, Helena Petrovna Blavatsky

Desde o dia primeiro de Janeiro, estou escrevendo o meu Diário Filosófico. Há muito que deveria ter iniciado... O importante é que já iniciei, dei o 1°. passo, agora, faço todo o esforço para não falhar ao compromisso.

 A par da minha reflexão, sigo a Nova Acrópole de Coimbra, que muito me tem inspirado; todos os dias publica um vídeo com um pensamento do livro e da autora acima mencionados. 

Orienta-me bastante. 

Aconselho.

 

27
Jan21

... em Memória das Vítimas do Holocausto

27 Janeiro, Dia Internacional...

MariaLi

Se revisitássemos a Memória, sempre acharíamos dias, meses, anos... Que nunca mais haveriam ser esquecidos.

"Aqueles que não conseguem lembrar o passado, estão condenados a repeti-lo."

Os últimos tempos, ficarão marcados, também. O que iremos retirar desta "prova de fogo"?...

Mais tarde, saberemos. Há que estar vigilantes. Sempre.

Algumas fotos de Auschwitz, Birkenau. Depois de várias leituras, filmes, documentários sobre parte da História destes locais, pensava eu, nunca visitá-los...

Surgiu, a bom preço, uma viagem a Cracóvia. Lá fomos. Cracóvia é uma cidade líndíssima!

De Cracóvia para Auschwitz fomos de comboio, e de lá para Birkenau, de autocarro.

Algumas fotos da parte exterior dos Campos de Concentração. Do interior, ainda hoje, passados 2 anos, não consigo publicá-las. Montras enormes de objetos: brinquedos, calçado, próteses e outos objetos pessoais,  cabelos compridos de variadas cores, tecelagem feita de outros cabelos,... E muitas, muitas fotografias de rostos e corpos que nos fazem estremecer a alma...

 

DSC04478.JPGDSC04460.JPGDSC04557.JPGDSC04542.JPGDSC04600.JPGDSC04616.JPG

 

 

22
Dez20

madeira, madeira, madeira

Toc...Toc...Toc

MariaLi

Dirão ou pensarão vocês qual o trauma, quanta falta de originalidade, ou até de sonhos...

A vida vai ensinando, há que aprender, valorizar, ter os pés assentes na terra e pensamento presente; rebuscar boas memórias; imaginar, a curto prazo, o necessário para nos projetar em busca do nosso propósito de vida... Seria o ideal.

O melhor de 2020, sem dúvida, o oposto dos últimos três anos, é a minha família, que é tão imensa, estar a aguentar, firme; não houve partidas; apesar de alguns elementos receberem tratamento, por isso, mais vulneráveis a qualquer outro problema...

Quanta gratidão. 

 

123310309_3389575621128065_5512946646221351238_o.j

 

 

19
Ago20

Homenagear

MariaLi

Hoje comemora-se o Dia Mundial da Fotografia.

Sempre tive o bichinho da fotografia. Sempre gostei de interpretá-la. Sempre respeitei cada uma como uma memória, mas que me quisesse transmitir algo. Bem tentei captar qual a estória, o ensinamento... Apenas ficava com a nostalgia de nada entender.

Na infância e adolescência, quanto tempo passado a observar álbuns e mais álbuns... A casa era enorme, eu escondia-me naquele quarto, abria o armário e, sentada na cama, que só era usada pelas visitas, de longe a longe, ficava horas,  em reflexão. (?)

Minha mãe pouco sabia. A casa era de meu pai, de seus antepassados... E não havia tempo ou talvez "confiança" para pedir-lhe tantos esclarecimentos.

Os anos passaram. Sei que muitas das fotografias que registavam memórias tão inesquecíveis, descoloriram, ficaram branco sujo; e sei que queimaram, viraram cinza, pó.

Assim será com todos nós, com todas as fotografias...

Resta-nos acreditar que o essencial é eterno.

kardec.png

(imagem digitalizada, do Livro Kardec)

20
Jul20

Leitura de qualquer tempo

MariaLi

 Decorria o mês de Março. Tempo de confinamento, e também de palestras por videoconferência ... Em sorteio,  foi este tema que me calhou. O Espiritismo por Allan Kardec.

Pela intenet, consegui comprar, em 2ª. mão, um dos livros do autor. O trabalho está feito há já algum tempo, ainda falta apresentá-lo.

Quase 500 páginas. Leitura assídua, entusiasmante. A ideia que fazia, que me passaram, que eu absorvi, não correspondeu de modo algum ao que na realidade experimentei; nada de fantasmagórica.

Valeu a pena a leitura. Sempre é tempo para ler. Sempre pode ser tempo para aprofundar um pouco sobre O Espiritismo. Sinto-me mais elucidada (?), mais transcendente (?), sei lá, nem tenho palavras para exprimir :). 

Nada de novo, claro, este tema  sempre foi discutido, há vários registos de e em todos os tempos.

O nunca querer saber e a aposta no ver para crer, - o meu lema, fez-me refletir que há um véu que separa a indiferença, o medo, a ignorância e que nos turva. 

 

106254813_3030321020386862_7273766763494376895_n.j

 

Allan Kardec nasce em França a 3 de Outubro de 1804. Durante 30 anos dedica-se inteiramente ao ensino e torna-se um dos grandes responsáveis pelo progresso da educação naquela época.

Depois de assistir pela primeira vez ao fenómeno das mesas falantes ou dança de mesas, decide levar a cabo uma investigação profunda na esperança de encontrar uma explicação lógica para tal fenómeno. Durante dois anos questiona os Espíritos superiores, e eles respondem, dando a conhecer os princípios básicos da Doutrina Espírita- assim nasce o Espiritismo.

Em 1857 publica O Livro dos Espíritos, a primeira de uma série de obras reveladoras da Doutrina.

Morre a 31 Março de 1869 e no seu túmulo é inscrita a frase que melhor define a perspetiva evolucionista do Espiritismo:

«Nascer, morrer, voltar a nascer e progredir sempre; é esta a lei!»

 

 

01
Jul20

Escolhas acertadas

MariaLi

"Tens de pensar em ti.

És muito forte. Eu não aguentava.

Tens muita gente a dar-te cabo da cabeça..

Se em Outubro se proporcionar, poderíamos, (o nosso grupo de amigas), fazer umas férias neste local onde me encontro com os meus filhos, mãe e neto.."

Palavras soltas que nos fazem emocionar, mas não deveriam...

Mentira. Ninguém é igual a si próprio no trabalho, entre amigos, em casa...

Bem, em casa deve ser o local onde somos mais verdadeiros.

Continuo a perguntar:- Quem sou eu, afinal?

Tanto desencontro de mim; não sei que caminho escolher.

Porque busco o caminho para outros, e não é essa a minha missão.

A sério, não será?...

Um dia... Já é tarde.

 

DSC07076-2.jpg

 

 

03
Mai20

Feliz Dia e Obrigada

MariaLi

-Mãe, rezamos todos os dias, porquê?

-Quando eu morrer, não vai haver quem reze por nós.

 

Era Verão. Tempo de férias grandes.

Numa parte da varanda, sentados ou de pé, olhávamos o céu.

Tanto Mistério! A estrada de Santiago, estrelas e não estrelas, as cadentes, as ursas, mais outras constelações... A Lua sempre mudando sua forma, e exibindo o homem, castigado, por trabalhar ao domingo.

Quando for grande, vou desvendar a imensidão do universo...

E já era iniciado o quinto mistério. Uma a uma as contas do terço eram rezadas, e nem sequer me apercebera do tempo.

Depois, seguia-se uma fiada de orações: ao Anjo da Guarda, a S. Judas Tadeu, a Nª Srª Disto e Daquilo... Para proteção de seus filhinhos, pela paz no mundo, pelas almas do purgatório, pela consciência até à hora da morte...

Olhando o céu, noite após noite, sempre tentava decifrar outros Mistérios... Ano após ano.

Hoje quero soprar de mansinho:

Pela força e energia, pela capacidade de superar, pela paciência... Por tudo.

Estejas onde estiveres, obrigada. E todos os dias elevo meu pensamento para ti e para todos os nossos. 

DSCN8833.JPG

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub