Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

TUDO AVULSO

Acontece-me... Por inspiração... transpiração... ou porque me apetece...

TUDO AVULSO

Acontece-me... Por inspiração... transpiração... ou porque me apetece...

11
Out19

Bora lá, então...

Mariali

Ao tentar construir muros para não ser apanhada desprevenida por qualquer flecha, qualquer dia, os sentidos resumem-se a um. Está quase…

Acredito nos valores, acredito no conhecimento, acredito na sabedoria… Acredito. Mas há algo invisível que tudo visiona ao contrário.

No que acreditar? A espera já vai longa. O deixar acontecer já é em demasia. Paciência… Resiliência...

Os voos de ida e regresso, tímidos, contidos… Quem me dera ver o que elas dizem ser.

O certo é que a vida é de cada um. E a vida não vivida em conformidade com a dita normalidade, parece estancar, andar à roda, repetindo-se.

Por mais que os filhos cresçam, em idade, sempre são os "nossos filhos". E que o sofrimento existe, existe. Resta superá-lo, saber aceitar?

Bora lá, pais deste país, toca a praticar a lei do desapego.

27332130_1568607796558199_7331575295022326091_n.jp

06
Set19

Só para dizer: Feliz Setembro

Mariali

69880681_2383444391741198_408051030178136064_n.jpg

Mais um Setembro. Setembro anuncia. O terminar  e o recomeçar. Um friozinho estremece-me, uma angústia...

Há anoiteceres, de tanta magia, que sufocam. Coisas de cada um... Emoções à solta.

O Verão foi passando, e eu a saltitar, como já é costume,  do mar para a serra e da serra para minha a cidade. Uma trabalheira. Uma canseira. Mas não deixei de espreitar, em diagonal, a área de "leituras".  Meus amigos, vocês são dos mais  fiéis, motivadores, inspiradores... O que seria deste espaço, Sapo/Blogs, ou desta vida, se todos tivéssemos as mesmas motivações?

Quero afirmar que a minha ausência, a minha diferença não é, de modo algum, motivo de indiferença. Vou esforçar-me por melhorar a assiduidade. Já, já, ainda não, mas eu volto.

Feliz Setembro!

14
Fev19

Pirosices ou não

Mariali

(Um texto reeditado, de 2015, 14 de Fevereiro, sábado.  Um dia chuvoso no campo.)

 

Pode ser pirosice, mas apeteceu-me imitar algumas fotos que vejo por aí, nestes dias, na internet.

No final da tarde, estávamos todos molhados. O espelho, os meus pés, o quispo e também as duas pessoas que, entretanto, podavam as árvores de fruto.

Fui protegendo a máquina fotográfica, ao máximo, por baixo do guarda- chuva e do quispo.

E eles, por baixo de suas capas, também se protegiam, subiam os escadotes até à copa das árvores, de tesoura na mão... Desciam e subiam cada árvore por sua vez.

 

Valeu, já não foi um dia como qualquer outro. O trabalho ficou feito, a poda... Assim a Primavera já poderá chegar.

 

Eu, fazendo de conta, fotografei .

 

DSCN0586.JPG 

 

06
Nov18

Memórias- Para sempre Sophia

Mariali

 

Inventei a dança para me disfarçar.

Ébria de solidão eu quis viver.

E cobri de gestos a nudez da minha alma

Porque eu era semelhante às paisagens esperando

E ninguém me podia entender.

 

Sophia de Mello Breyner Andreson, in Coral, 1950

 

Foi a primeira mulher portuguesa a receber o mais importante galardão literário da língua portuguesa, Prémio Camões, em 1999.

 

14232643_1069071189845198_7686872302181189117_n.jp

 

02
Nov18

Outras serras, outro entardecer

Mariali

45153606_1918190994933209_4474069472352665600_n.jp

 

Nem sempre o que parece é. À primeira vista, parece ver-se o reflexo do sol a esconder-se no mar... Até pode haver interferência, mas os tons azulados que vislumbramos ao fundo, é o conjunto de ténues montanhas que se estende para lá de tudo, parecendo unir-se ao friso alaranjado do céu.

Na autoestrada, entre Terras de Basto e Fafe, na serra da Lameira, já anoitecia.

Com o carro em andamento, usufruímos do espectáculo.

E assim ficou o registo de mais um entardecer.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D