Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

TUDO AVULSO

Acontece-me... Por inspiração... transpiração... ou porque me apetece...

TUDO AVULSO

Acontece-me... Por inspiração... transpiração... ou porque me apetece...

11
Ago23

Verão Florido

hidrângeas/ hortênsias

MariaLi

Assim vai a natureza por terras de Fafe. À minha espera, não esteve porque sobreviveu encantadora sem os meus cuidados. 

Quem por lá passa delicia seus sentidos e algo mais para além do gosto ou prazer... Bem, cada um poderá definir a seu "bel prazer"...

Lembranças, nostalgias, estórias de criança/adolescência, a casa grande, a minha mãe e irmãos, a hora da rega, o dia a anoitecer... Por que razão estas hidrângeas estão neste lugar... Coisas de alma (?). Consciência... 

IMG_20230807_195152.jpg

IMG_20230807_195107.jpg

IMG_20230807_193851.jpg

IMG_20230807_193842.jpg

 

08
Jul23

Tirar o dia para refletir, acontece e faz bem

MariaLi

Andava eu numa grande superfície, à procura do local onde estariam as embalagens de sopa bio... Quando vejo uma suposta funcionária, a empurrar um carrinho, a colocar uma embalagem num expositor, de boné e camisa de cor branca, bem folgados... Pergunto-lhe se trabalha ali; rapidamente nega com um movimento de cabeça, sorriso de lábios apertado... Peço desculpa, mas não sei bem porquê... E ainda digo que procuro as sopas... Ela já não me ouve, segue indiferente... Vejo-a de costas, fico parada, e um pouco constrangida... 

Mas qual o problema?... 

Refleti, cheguei à conclusão que o problema deve ser meu. Por ficar ofendida pela atitude da menina.

Segui o meu instinto ou seria intuição?... E, eureka, encontrei o que desejava. 

Agora, uma reflexão de Marco Aurélio: 

"Se está sofrendo por coisas externas, não são elas que te estão perturbando, mas o seu próprio julgamento sobre elas..." 

Bom fim de semana 🍀. 

 

02
Jul23

Horas felizes 🌕🌟

MariaLi

Subimos ao ponto mais alto da cidade, à montanha. E no Montanha, reunimo-nos para confraternizar. Quem pôde, esteve presente no jantar, nas conversas, nos sorrisos, na partilha. Momentos de Verdadeira Poesia. 

Houve entrega de diplomas ao grupo que terminou o 1°. nível.

Palmas e mais sorrisos. Palmas e mais palavras de agradecimento.

Sons que subiram em direção ao céu que nos abrigava, onde a Lua e as estrelas nos alumiaram e enobreceram. 

 

Como me encontro neste grupo de Filosofia, Cultura e Voluntariado, não importa explicar...

Sei que, pelo "meu pé", cheguei, e logo percebi que há muito ali pertencia. Foi um reencontro. 

A vida continua, e os desafios também. Sempre é tempo de amadurecer. De "contar horas felizes". 

Grata. 

 

25
Jun23

Já é Memória

MariaLi

Agradável viagem a 3 cidades da Bélgica. Bruxelas, Bruges e Gent. Foi na semana passada...

À mistura, houve muito Sol e o Solstício; um dia de chuva pleno; amizade, curiosidade e o sentido de aventura; 

Os objetivos a que nos propomos, foram superados. 

No final, cansadas mas mais "crescidas", concretizamos sonhos que não havíamos sonhado. 

 "Não há rosa sem espinho, mas valeu... "

 

Screenshot_20230625_180752.jpg

 

19
Ago21

Beleza em Fotografia

Quando o dia acaba e a noite começa

MariaLi

A construção desregrada junto à costa foi surgindo como cogumelos, espontaneamente.

Ver o mar, dali, mais de trás, por entre os espaços das construções um pouco mais baixas, é um privilégio que teve e tem seus custos.

 Quando o dia acaba e a noite começa, "é o lugar encantado onde quase não há dia e quase não há noite..."

Palavras desnecessárias.

FB_IMG_1629310760004.jpg

 

E o contraste de um momento parecido, mas a partir da montanha.

FB_IMG_1626358805727.jpg

Feliz Dia! Bons flashes📸, sejam aonde for, para amantes ou não da fotografia.

 

17
Ago21

Leituras

O mais profundo do Ser

MariaLi

FB_IMG_1629211048598.jpg

Apenas um parágrafo do livro que estou a ler, ler e reler.

"Reler'' para saber se entendi...

Tenho feito muito esforço por me concentrar, não desanimar, e "ver-me" no final do livro.

Pensava que seria uma leitura mais descontraída, para desanuviar-me das outras leituras e tudo o mais... Ingénua, mesmo, tava-se mesmo a ver.

A vida não é fácil .

FB_IMG_1629211040988.jpg

 

20
Jul20

Leitura de qualquer tempo

MariaLi

 Decorria o mês de Março. Tempo de confinamento, e também de palestras por videoconferência ... Em sorteio,  foi este tema que me calhou. O Espiritismo por Allan Kardec.

Pela intenet, consegui comprar, em 2ª. mão, um dos livros do autor. O trabalho está feito há já algum tempo, ainda falta apresentá-lo.

Quase 500 páginas. Leitura assídua, entusiasmante. A ideia que fazia, que me passaram, que eu absorvi, não correspondeu de modo algum ao que na realidade experimentei; nada de fantasmagórica.

Valeu a pena a leitura. Sempre é tempo para ler. Sempre pode ser tempo para aprofundar um pouco sobre O Espiritismo. Sinto-me mais elucidada (?), mais transcendente (?), sei lá, nem tenho palavras para exprimir :). 

Nada de novo, claro, este tema  sempre foi discutido, há vários registos de e em todos os tempos.

O nunca querer saber e a aposta no ver para crer, - o meu lema, fez-me refletir que há um véu que separa a indiferença, o medo, a ignorância e que nos turva. 

 

106254813_3030321020386862_7273766763494376895_n.j

 

Allan Kardec nasce em França a 3 de Outubro de 1804. Durante 30 anos dedica-se inteiramente ao ensino e torna-se um dos grandes responsáveis pelo progresso da educação naquela época.

Depois de assistir pela primeira vez ao fenómeno das mesas falantes ou dança de mesas, decide levar a cabo uma investigação profunda na esperança de encontrar uma explicação lógica para tal fenómeno. Durante dois anos questiona os Espíritos superiores, e eles respondem, dando a conhecer os princípios básicos da Doutrina Espírita- assim nasce o Espiritismo.

Em 1857 publica O Livro dos Espíritos, a primeira de uma série de obras reveladoras da Doutrina.

Morre a 31 Março de 1869 e no seu túmulo é inscrita a frase que melhor define a perspetiva evolucionista do Espiritismo:

«Nascer, morrer, voltar a nascer e progredir sempre; é esta a lei!»

 

 

03
Set18

Setembro é tempo...

MariaLi

Outro Setembro voltou.

Pela terceira vez, e eu sem conseguir

silenciar, naturalmente.

Quem dera possuir essa capacidade...

Tento.

Mas sempre virando-me e observando

o tempo anterior.

Agora, mesmo, tenho pressa de saber.

Até quando?...

A pintura, a fotografia... Hobbies.

Tanto prazer!...

Reiniciei, devagar, a fotografia...

Sei.

Ainda é cedo.

E porque até o silêncio não basta.

É preciso estar em auto-atenção.

É preciso quietude interior.

E bradar aos quatro ventos?...

Não justifica, nada resolve.

Tento.

Sei...

Ainda é cedo.

Entretanto, outro Outono se aproxima.

Maduro. São lindos seus tons. 

Setembro é início e fim.

Apesar de tudo,

gosto.

 

 

 *composição

**pinturas baseadas em coisas minhas e não só, e eu :)

Diapositivo1.JPG

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2010
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2009
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub